.
.
 REDE USB
Você vai precisar de:
- Cabo link USB
- Disquete com drivers do cabo
- Cd do Windows
- PC com Windows 98/Me/2000/XP
- Porta USB livre e ativa (instalada)

Se você tem dois ou três micros em casa ou no escritório e precisa transferir arquivos de um para o outro, não é necessário montar uma rede formal, com placas Ethernet. Basta ligar os dois micros com um cabo de rede USB, também conhecido como cabo link USB ou data link USB. Esse cabo é diferente daquele usado para plugar o mouse ou a impressora ao computador. Trata-se de um cabo especial que tem dois terminais USB iguais e, no meio, um adaptador que controla o fluxo de dados entre os PCs. Com cabos link USB pode-se ligar dois ou mais micros, montando pequenas redes. Esse é o tema de nosso tutorial. 

Inicialmente, vamos ligar dois computadores com um cabo link USB. Para isso, cada micro precisa ter uma porta USB livre e ativa. Mais: eles devem rodar o Windows 98, Me, 2000 ou XP - o 95 não dá suporte a USB. Como itens adicionais, entram apenas o cabo USB e o software que o acompanha. Cabos desse tipo podem ser encontrados em lojas de computação ou adquiridos online em sites como Leadershop (www.leader shop.com.br) e Ezaki (www.ezaki. com.br). Na hora de instalar, é importante ter em mãos o cd do Windows, que pode ser solicitado. De três cabos usados por INFO, nenhum trazia drivers para Windows XP. 

Comecemos a instalação. Como primeiro passo, coloque no drive o disquete que acompanha o cabo. Além de drivers, esse disco traz um programa que funciona como interface para troca de dados entre os micros. Instale esse programa nos dois micros. Passemos às conexões físicas. 

Ligue os dois PCs com o cabo link. Ao detectar o novo hardware, o Windows vai pedir a instalação do driver - o que também ocorre nas duas máquinas. Está tudo pronto. Abra nos dois micros a aplicação USB Datalink Network Cable. A conexão se faz, automaticamente, em segundos. O programa é similar ao Windows Explorer. Trata-se de uma tela principal com duas janelas-filhas - uma com os arquivos do PC local e a outra com os dados do outro micro. 

Pronto, nosso objetivo foi alcançado. Os dois micros já podem trocar arquivos livremente. E se você decidir incluir um terceiro PC na rede? Também é possível. Um terceiro e até um quarto ou quinto PC. Como? Vamos devagar. Primeiro, apenas um micro a mais. Você precisa instalar nesse terceiro micro o aplicativo para troca de dados e o driver. Além, disso, use outro cabo link USB para ligá-lo a um dos outros PCs. Os conectores USB devem ser idênticos. Cabos diferentes exigem drivers diferentes, o que pode gerar confusão. 

Também é preciso considerar alguns detalhes. Primeiro, a conexão USB só permite ligar máquinas uma a uma. Ou seja, um PC só enxerga outro PC na rede. Para facilitar, eleja um deles como "servidor" e ligue a ele os outros dois. A máquina principal precisa ter suficientes portas USB (o comum são duas, mas há PCs que vêm com seis). Outra saída é usar um hub USB ligado ao "servidor" com um cabo USB comum e conectar os demais micros a esse hub, cada um com um cabo link. Essa solução aceita não somente micros, mas também periféricos, como impressoras e scanners. 

A rede USB é excelente para interligar um micro de mesa e um portátil, ou dois PCs quaisquer, em casa ou pequeno escritório. Ela é fácil de configurar e faz conexões com os equipamentos ligados. No entanto, quando se trata de reunir mais de duas máquinas numa rede USB, a luz vermelha dos custos começa a piscar. Aí é necessário checar se não é mais vantajoso adquirir uma placa de rede para cada micro e conectá-los com um hub Ethernet. 

No caso de redes permanentes, outro ponto depõe contra a solução USB. Os cabos normais são curtos e, num escritório, os micros podem ficar até em salas diferentes. Ligá-los com cabos USB torna-se antiestético porque os cabos (é possível ampliá-los com extensões) não podem ser embutidos na parede. Enfim, é uma solução excelente quando os micros são poucos e próximos.

 - Carlos Machado -
.
.
.
   <-- Voltar